Voo turco que partia de Israel foi abortado depois que passageiros receberam fotos de um acidente da companhia aérea – Cavok Brasil

Voo turco que partia de Israel foi abortado depois que passageiros receberam fotos de um acidente da companhia aérea – Cavok Brasil


Um voo operado pela Turkish Airlines que devia decolar do Aeroporto Internacional Ben Gurion de Israel foi subitamente abortado na tarde do dia 10 de maio depois que os passageiros receberam fotos antigas de um acidente ocorrido com um 737 da companhia aérea pouco antes da decolagem.

O site de notícias hebraico Ynet disse que as imagens foram enviadas exclusivamente para iPhones por meio do serviço AirDrop da Apple, que permite que usuários de iPhone enviem arquivos para outros iPhones próximos.

De acordo com a publicação israelense Kan News, as imagens incluíam um avião da Turkish Airlines que caiu na Holanda em 2009 e outro acidente de avião nos Estados Unidos em 2013.

O acidente de 2009 levou à morte de nove passageiros, enquanto o acidente do voo 214 da Asiana Airlines em 2013 em San Francisco matou três.

Os pilotos decidiram abortar o voo depois que as fotos causaram pânico entre os passageiros.

O porta-voz da Autoridade de Aeroportos de Israel, Ofer Lefler, disse ao Kan News que eles não consideram o incidente um ataque cibernético e disse acreditar que as fotos vieram de alguém no avião. O Boeing 737 da Anadolujet, subsidiária de baixo custo da Turkish Airlines, estava se movendo em direção à pista quando o incidente aconteceu.

Aeronave Boeing 737-800 da AnadoluJet, uma companhia aérea regional subsidiária da Turkish Airlines. (Foto: Nicolas Economou / Getty Images)

A segurança do aeroporto tirou todos os 160 passageiros e toda a bagagem do avião para uma verificação de segurança detalhada. Não há confirmação de quantos passageiros receberam as fotos dos destroços.

“Todas as medidas tomadas são feitas em cooperação e coordenação com o comandante do voo, que demonstrou grande responsabilidade com sua decisão de devolver o avião ao terminal”, disse um funcionário do aeroporto.

O voo partiu com cinco horas de atraso após ser liberado para a decolagem.

O incidente ocorreu em meio a tensões de segurança intensificadas pelos recentes ataques terroristas que mataram 18 israelenses nos últimos dois meses.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Main Menu