VÍDEO: Drone TB2 ucraniano registra seu possível primeiro abate de uma aeronave – Cavok Brasil

VÍDEO: Drone TB2 ucraniano registra seu possível primeiro abate de uma aeronave – Cavok Brasil


O Comando Operacional Sul da Ucrânia compartilhou imagens de um de seus veículos aéreos de combate não tripulados (UCAV) Bayraktar TB2 atingindo um helicóptero russo no que poderia ser o primeiro abate de uma aeronave por um TB2.

No vídeo, o Bayraktr TB2 da Ucrânia está esperando, mirando e, quando as tropas descem do helicóptero, ocorre uma poderosa explosão, provavelmente causada por uma bomba ou um foguete disparado.

Não está claro que tipo de helicóptero foi destruído, mas o vídeo compartilhado pelo comando parece mostrar um helicóptero Mi-8 ou um Mi-17. Os soldados não conseguira sair todos do helicóptero antes da explosão. Até o momento nenhuma informação sobre o números de vítimas foi divulgado.

O ataque ocorreu na Ilha da Serpente, que foi alvo de vários ataques ucranianos depois de ter sido tomada pela Rússia.

Não está claro se a operação que viu o TB2 destruir um helicóptero ocorreu antes ou depois que aeronaves Su-27 da Força Aérea Ucraniana atingiram posições russas na ilha próxima de Odessa.

O vídeo capturado por um TB2 mostrando o ataque dos caças foi divulgado em 7 de maio, enquanto as imagens do ataque do helicóptero foram divulgadas em 8 de maio. É possível que mais de um drone Bayraktar TB2 esteja envolvido no ataque ao helicóptero russo, já que o momento do ataque a bomba foi filmado de dois ângulos diferentes. Fontes dizem que o ataque do TB2 também ocorreu na noite de 7 de maio na Ilha das Cobras.

O TB2 da Ucrânia, construído na Turquia, continua a ser altamente problemático para os ativos russos na Ucrânia e destruiu uma série de alvos desde o início da invasão em fevereiro deste ano.

Os drones Bayraktar TB2 podem transportar bombas guiadas MAM-C e MAM-L, mísseis CIRIT de 70 mm com mira a laser, bombas direcionadas Tubitak-Sidge, bem como Tubitak-Sage GPS/INS.

Mais recentemente, o drone armado realizou o que provavelmente foi o primeiro engajamento de um UAV em um ativo naval em um cenário operacional do mundo real quando atingiu dois barcos de patrulha do Projeto 03160 Raptor perto da Ilha da Serpente.

Os relatórios também dizem que um TB2 desempenhou um papel no ataque bem-sucedido ao principal navio de guerra da Frota do Mar Negro da Rússia, o RFS Moskva.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu