USAF amplia orçamento fiscal de 2023 em mais US$ 4,6 bilhões – Cavok Brasil

USAF amplia orçamento fiscal de 2023 em mais US$ 4,6 bilhões – Cavok Brasil


A “lista de desejos” da Força Aérea dos EUA (USAF) para o ano fiscal de 2023 inclui bilhões de dólares para aquisição de mais caças F-35A, bem como aeronaves EC-37 Compass Calls, testes de tecnologia hipersônica e projetos de construção para bases em recuperação de desastres naturais.

O maior item da lista de prioridades não financiadas de US$ 4,6 bilhões, é de US$ 979 milhões para a aquisição da nova aeronave de guerra eletrônica Compass Call, que substituirá o EC-130H que realiza essa missão. Esse dinheiro compraria quatro jatos executivos Gulfstream G550 usados ??que a contratada L3Harris Technologies transformaria nos novos Compass Calls, bem como motores sobressalentes e os kits e componentes necessários para as modificações.

Isso elevaria o tamanho da frota Compass Call da próxima geração para 10, disse o pedido. A L3Harris, que recebeu o contrato Compass Call em 2017, começou a realizar voos de teste do EC-37 em agosto passado.

A L3Harris Technologies anunciou em 6 de outubro que completou o primeiro voo do que se tornará a nova aeronave Compass Call da Força Aérea dos EUA, projetada para combater ameaças inimigas.

Outros US$ 921 milhões na lista adicionariam mais sete F-35As ao pedido de aquisição da Força Aérea para 2023, elevando a aquisição total para 40. Estes seriam os F-35As do Bloco 4 com o radar APG-85 do Lote 17.

A Força Aérea não incluiu o F-35As em sua lista de prioridades não financiadas no ano passado, quando adquiriu 48 dos caças.

A USAF também incluiu US$ 749 milhões em gastos em 26 projetos de construção em bases ao redor do mundo. Isso inclui US$ 286 milhões para vários projetos de recuperação de desastres naturais na Base Aérea de Tyndall, na Flórida, na Base Aérea de Langley, na Virgínia, e na Base Aérea Offutt, no Nebraska. Um fundo de US$ 114 milhões iria para a construção de um hangar de controle de corrosão para o KC-46A Pegasus na Tinker Air Force Base em Oklahoma.

O próximo maior pedido da Força Aérea na lista é de US$ 579 milhões para manutenção de sistemas de armas, com foco em aeronaves, incluindo o B-52 Stratofortress, F-16 Fighting Falcon, T-38 Talon, C-17 Globemaster e C-5 Galaxy.

O motor produzido pela Northrop Grumman foi operado com sucesso em condições acima de Mach 4 e estabeleceu o recorde de maior empuxo produzido por um motor hipersônico na história da Força Aérea. Imagem ilustrativa.

A Força Aérea também espera adicionar outros US$ 197 milhões para testar a tecnologia hipersônica em dois locais – Edwards Air Force Base na Califórnia e Eglin Air Force Base na Flórida – e adicionar mais contratados para assumir parte da carga de trabalho. Isso seria um aumento significativo em relação aos US$ 577 milhões solicitados no orçamento para prototipagem hipersônica no ano fiscal de 2023.




Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu