Taiwan pretende apresentar novo caça nacional já em 2023 – Cavok Brasil

Taiwan pretende apresentar novo caça nacional já em 2023 – Cavok Brasil


O Ministério da Defesa Nacional de Taiwan revisou recentemente o cronograma do “Plano de Desenvolvimento de Caça Principal de Próxima Geração” proposto pela Força Aérea de Taiwan e deve apresentar uma nova aeronave de combate já em 2023.

A Força Aérea de Taiwan planeja apresentar três protótipos, sendo um de teste de voo designado A1 e duas aeronaves de teste estático no solo designados T1, exigindo um orçamento de menos de US$ 525 milhões. O projeto inicial e os detalhes internos foram concluídos pela Equipe do Projeto Angel da Academia Chinesa de Ciências, de acordo com a publicação local Up Media.

AIDC F-CK-1 Ching-Kuo.

A fim de encurtar o cronograma de pesquisa e desenvolvimento, inicialmente estava previsto uma atualização do motor Honeywell/ITEC F125-GA-100 que equipa o caça AIDC F-CK-1 Ching-Kuo. Mas há alguns dias, Taiwan solicitou aos Estados Unidos a compra do motor F414-GE-400 da General Electric, que equipa o Super Hornet e o novo caça sul coreano KF-21 Boramae.

O cronograma inicial planejava apresentar o primeiro protótipo em maio de 2024, antes que a presidente Tsai Ing-wen deixe o cargo. O primeiro voo não ocorrerá até 2025.

Entende-se que a equipe do projeto “0305”, composta pela Força Aérea de Taiwan, pela Academia Chinesa de Ciências e pela Hanxiang Company, visitou os Estados Unidos e o Reino Unido no início de abril para escolher uma fábrica para parceria industrial com a Aerospace Industrial Development Corporation (AIDC), a principal fabricante aeroespacial de Taiwan.

Além disso, a maior parte do equipamento embarcado do caça foi finalizada. Por exemplo, o assento ejetor do caça deve ser o equipamento da Martin-Baker, embora um concurso para escolha do sistema de aviônica da Harris ou da BAE Systems ainda precisa ser concluído. Um processo que ainda está demorando é a escolha do display principal no cockpit, bem com como o radar de matriz eletrônica ativa (AESA) do jato. Estes processos devem ainda ocorrer até o final deste mês.

AIDC T-5 Brave Eagle,

Um dos motivos que acelerou o desenvolvimento do novo caça é a crescente tensão em ambos os lados do Estreito. O Ministério da Defesa Nacional de Taiwan solicitou a entrada no projeto da próxima geração de caças em 2020.

Depois da conclusão da fabricação do primeiro protótipo, selecionar os motores e vários equipamentos, Taiwan pretendia iniciar a fabricação de outras nove aeronaves de testes de voo até 2029. Após a modificação do cronograma, o plano agora é produzir 6 jatos de testes até 2026.

Zhang Zhongcheng, presidente do Instituto Nacional de Ciência Zhongshan, confirmou no parlamento de Taiwan que a Academia Chinesa de Ciências está realizando a próxima geração de pesquisa e desenvolvimento de jatos de combate, e algum progresso está por vir. Pessoas familiarizadas com o assunto apontaram que a parte avançada se refere à configuração e aos detalhes do avião de combate. Atualmente, o modelo da próxima geração de caça principal está pronto. No entanto, devido à profunda referência ao caça americano F-35, os resultados são 90% semelhantes ao modelo KF-X exibido na Coreia do Sul em 2021.

Atualmente, a Força Aérea de Taiwan (ROCAF) opera mais de 100 caças F-16, 52 Mirage 2000 e 128 F-CK-1 Ching-Kuo. Cerca de 20 jatos F-5Es também são usados como treinadores. Em agosto de 2020, Taiwan fez um pedido de 66 novos caças F-16 por um total de US$ 62 bilhões.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu