Simpar compra a Autostar; vertical de concessionárias já fatura R$ 4 bi

Simpar compra a Autostar; vertical de concessionárias já fatura R$ 4 bi


A Original — a empresa de concessionárias de carros controlada pela Simpar — acaba de adquirir a Autostar, uma das principais concessionárias de luxo da cidade de São Paulo, com 13 lojas em bairros como Jardins e Vila Olímpia.

A Original está pagando R$ 364 milhões pela Autostar, que faturou R$ 864 milhões no ano passado com EBITDA de R$ 80 milhões e lucro líquido de R$ 38 milhões.

A aquisição é a mais recente de uma série de movimentos que a Simpar tem feito para construir uma gigante no setor de concessionárias de luxo, nos moldes do que a AutoNation fez nos EUA.

Em novembro, a Original adquiriu a UAB Motors, que tem 20 lojas em 11 cidades. No mês seguinte, comprou a Sagamar, de São Luís do Maranhão — numa transação que fez o executivo e sócio da Sagamar, Alessandro Soldi, se tornar CEO da Original e dono de 12,5% do negócio.

Com essas três aquisições, a Original já teria um faturamento pro forma de R$ 4 bilhões em 2021, com um EBITDA de R$ 300 milhões.

A compra da Autostar será paga 50% em dinheiro e 50% em ações. Após a transação, os sócios da Autostar — Giovanni Delle Sedie e os irmãos Maurício e Fernando Portella — ficarão com 15,4% da Original.

A Simpar tem os outros 74%.

A transação implica um múltiplo de 5,1x o EBITDA da Autostar no ano passado, em comparação aos 5,9x que a Simpar negocia na Bolsa.

Fundada em 1992, a Autostar nasceu com apenas uma concessionária da BMW. Hoje, representa 12 marcas, incluindo Volvo, Harley Davidson, Jaguar/Land Rover, Mini e Jeep.

A transação adiciona seis novas marcas ao portfólio da Original — Chrysler, Dodge, Ram, Harley Davidson, Triumph e KTM — e fortalece o posicionamento da empresa no segmento de alto luxo. Ela marca ainda a entrada da Original no mercado de blindagem de veículos por meio da SBR (a blindadora da Autostar).

Mauricio Portella, um dos fundadores e CEO da Autostar, continuará à frente do negócio.

A Original é um dos últimos negócios não listados em Bolsa da Simpar, a holding de Fernando Simões que também controla a Movida, a JSL e a Vamos. Os movimentos recentes da empresa sugerem que o caminho natural da Original será um IPO.

Considerando os múltiplos de empresas desse setor nos Estados Unidos (7x-8x EBITDA), em seu tamanho atual a Original teria um valor de mercado próximo de R$ 2,5 bilhões.

A empresa agora tem 60 lojas em 16 munícipios.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu