Rock Content compra marketplace de freelancers nos EUA

Rock Content compra marketplace de freelancers nos EUA


A Rock Content — a maior empresa brasileira de marketing de conteúdo — acaba de comprar a WriterAccess, um marketplace de freelancers baseado nos Estados Unidos, adicionando um funil de aquisição de novos clientes que deve ajudar na estratégia de cross-sell da empresa.

A transação é o primeiro M&A da Rock Content desde que ela levantou US$ 30 milhões em outubro numa rodada liderada pela Unbox Capital e cujo objetivo era financiar justamente a expansão nos EUA.

A Rock entrou no país em 2019 com a compra da ScribbleLive, e hoje pouco mais da metade de sua receita já vem de lá. Após a aquisição de hoje, essa fatia deve subir para 65%, o fundador Diego Gomes disse ao Brazil Journal.

A Rock Content atende empresas como Dell, Spotify, Oracle e LinkedIn e se posiciona como um “SaaS-enabled marketplace”. Ela tem receitas que vêm da assinatura de seus três softwares, mas também ganha uma comissão com as transações feitas em seu marketplace.

As três soluções da Rock são o Studio, que ajuda as empresas a coordenar seu calendário editorial e as atividades da equipe de marketing, além das métricas das publicações; o Stage, basicamente uma solução de hospedagem em WordPress focada em profissionais de marketing; e o Ion, um software que ajuda os times de marketing a criar e implementar conteúdos que exigem alguma interação do usuário.

Em seu marketplace — chamado Visually — a Rock Content já conecta 2.000 clientes com 80 mil freelancers, entre produtores de vídeo, profissionais de marketing e jornalistas — ganhando um ‘take rate’ toda vez que um negócio é fechado.

A compra da WriterAcess se encaixa nessa última vertical e vai adicionar outros 2 mil clientes a essa base, bem como novas funcionalidades à plataforma.

Enquanto o marketplace da Rock tem foco maior em grandes empresas e faz a captação dos clientes por meio de uma força comercial, a WriterAcess atende PMEs e tem um modelo de autosserviço em que o próprio cliente entra na plataforma e faz sozinho toda a contratação dos freelancers.

A WriterAcess também desenvolveu uma inteligência artificial que ajuda a fazer o match, conectando as empresas com o melhor freelancer para cada necessidade.

“Esse modelo deles permite aumentar muito a nossa capilaridade na aquisição de clientes,” disse Diego. “Antes, uma PME até conseguia usar nossa plataforma, mas tinha que passar por todo o processo comercial, falar com o time de vendas…”

Segundo Diego, isso é extremamente relevante para a estratégia de cross sell da Rock Content, já que o marketplace tipicamente é a porta de entrada de boa parte dos clientes para o ecossistema da Rock.

Com a WriterAcess, a Rock espera atrair esse cliente a um CAC baixo, e depois vender outros produtos do portfólio.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu