Produção da 3R ultrapassa a PetroRecôncavo; ação dispara

Produção da 3R ultrapassa a PetroRecôncavo; ação dispara



A 3R Petroleum divulgou dados fortes de sua produção de dezembro — fechando o gap em relação às estimativas das reservas 2P e marcando o que analistas consideram um ponto de inflexão para a companhia.

A produção consolidada subiu 42% em comparação a novembro, atingindo 18,8 mil barris de petróleo por dia. O número foi impulsionado pela incorporação do campo de Papa-Terra (que adicionou 2,7 mil barris) e pela conclusão das intervenções nas instalações do cluster de Recôncavo (que adicionou outros 2 mil barris).

A ação da 3R sobe quase 8% com a notícia na manhã de hoje.

Em dezembro, Papa-Terra produziu apenas nove dias, já que a 3R assumiu a operação no dia 23. Considerando que ele tivesse produzido o mês inteiro, a produção total da 3R já teria subido para 25,3 mil barris por dia, uma alta de 92%. 

O Itaú BBA disse que o aumento da produção em dezembro ajudou a fechar parcialmente o gap entre a produção efetiva da 3R e as estimativas das reservas 2P (quando uma companhia de petróleo certifica suas reservas, ela divulga o quanto espera produzir com elas). 

Com a produção de dezembro, a 3R fechou o ano 13% abaixo de suas estimativas para 2022.

Um investidor comprado na ação nota que com os números de dezembro — e considerando a produção mensal total de Papa-Terra — a 3R já ultrapassou a PetroRecôncavo em termos de produção diária. 

“E a 3R ainda tem o campo de Potiguar para entrar em operação,” disse ele. 

No mês, a PetroReconcavo teve uma produção diária de 23,4 mil barris por dia, praticamente flat em comparação a novembro. Já a PetroRio teve uma queda na produção de dezembro por conta de interrupções temporárias em alguns de seus campos.

Ainda assim, as duas companhias fecharam o ano com a produção em linha com as estimativas de suas reservas 2P.

Para o investidor, a 3R é um caso semelhante ao da Eneva. “No passado, a Eneva era uma empresa mais ou menos, mas, com sócios muito bons, ela acabou virando a queridinha do mercado. Com a 3R acho que pode acontecer a mesma coisa.”

A alta na produção vem algumas semanas depois da 3R fazer mudanças relevantes em seu senior management, trocando o CEO e demitindo três diretores estatutários.  

As mudanças tiveram a ver em grande parte com uma insatisfação dos acionistas e do board com o ritmo de produção.

Ontem, o JP Morgan iniciou a cobertura da empresa recomendando a compra da ação com um preço-alvo de R$ 100 — um upside potencial de 140%. 

A 3R também tinha uma posição vendida relevante (12% de seu free float), o que pode ter impulsionado a alta. 




Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Main Menu