Polônia deve adquirir Apaches ou Vipers para substituir seus Mi-24 – Cavok Brasil

Polônia deve adquirir Apaches ou Vipers para substituir seus Mi-24 – Cavok Brasil


O ministro da Defesa polonês, Mariusz Blaszczak, que está em visita a Washington, anunciou que em breve enviará cartas ao Pentágono para iniciar o procedimento para encomendar mais lotes de equipamentos militares para a Polônia, incluindo helicópteros de ataque da Bell ou da Boeing.

“Estamos falando sobre as próximas entregas de mísseis HIMARS, também estamos falando sobre os próximos esquadrões de aeronaves de combate multiuso, em breve falaremos sobre helicópteros de ataque, aeronaves não tripuladas, isso é tudo o que é necessário para fortalecer a defesa polonesa sistema,” disse o ministro em um comunicado do Ministério da Defesa polonês. “Temos duas ofertas na mesa em relação aos helicópteros de combate, a oferta da Boeing e a oferta da Bell, e selecionaremos a oferta mais favorável. Queremos que essas armas sejam adquiridas pelas Forças Armadas polonesas o mais rápido possível”.

Boeing AH-64 Apache.
Bell AH-1Z Viper.

Devido a invasão da Ucrânia pela Rússia, a Polônia decidiu acelera os seus planos de adquirir novos helicópteros de combate para as forças armadas do país sob seu programa Kruk (Raven), substituindo a desatualizada frota Mil Mi-24 projetada pelos soviéticos. Espera-se que Varsóvia compre cerca de 32 novos helicópteros. O valor estimado da aquisição não foi divulgado. Autoridades de defesa polonesas disseram que a Boeing está oferecendo o AH-64 Apache, enquanto a Bell está lançando seu AH-1Z Viper.

Outros fabricantes que manifestaram interesse em fornecer suas aeronaves para a Polônia incluem Airbus e Leonardo. No entanto, com as aquisições militares da Polônia nos últimos anos mudando visivelmente para compras diretas de armas americanas, os dois grupos europeus foram excluídos da lista do programa Kruk.

Durante as conversações no dia 20 de abril com o secretário de Defesa dos Estados Unidos, L. Austin, também foram levantadas questões relacionadas com a cooperação militar entre os dois países, a agressão da Rússia contra a Ucrânia, a situação de segurança no flanco oriental da OTAN e na Europa, o aprofundamento da interoperabilidade militar e a presença militar americana na Polónia.

“Conversamos sobre a presença de tropas dos EUA na Polônia. Em poucos dias, tropas da 82ª Divisão foram enviadas dos EUA. Este é um exemplo de boa cooperação. As forças antiaéreas polonesas foram reforçadas por duas baterias Patriot, que foram conectado ao sistema de defesa antiaérea polonês, que para mim é um certificado de interoperabilidade. Estamos abertos a mais cooperação. A presença de tropas americanas na Polônia é o melhor impedimento”, disse o ministro Blaszczak.

Durante as conversações com o seu homólogo norte-americano, foi discutida a possibilidade de acelerar o equipamento militar já encomendado. Até agora, a Polônia encomendou, entre outros, o sistema PATRIOT, mísseis HIMARS, aviões F35 e tanques ABRAMS.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu