Pilotos militares japoneses serão treinados na Itália – Cavok Brasil


Além do Catar e da Alemanha, o Japão também escolheu enviar seus pilotos militares para completar o treinamento operacional junto com a Força Aérea Italiana na Escola Internacional de Treinamento de Voo (IFTS) da fabricante Leonardo.

A Leonardo divulgou um comunicado de imprensa informando que o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea Italiana, General Alberto Rosso, e o Chefe do Estado-Maior da Força de Autodefesa Aérea do Japão (JASDF), General Shunji Izutsu, assinaram um importante acordo técnico sobre o treinamento de pilotos militares japoneses.

Graças a esse acordo, os pilotos militares japoneses participarão dos cursos de treinamento avançado (Fase IV) da International Flight Training School (IFTS). O IFTS é um projeto conjunto da Força Aérea Italiana e da Leonardo, que inclui também uma parceria industrial entre a Leonardo e a CAE para a manutenção / suporte da frota de aeronaves e simuladores.

O interesse do Japão nas capacidades de treinamento desenvolvidas pela Força Aérea Italiana foi consolidado após uma série de discussões e iniciativas que culminaram com uma visita à 61ª Ala na Base Aérea de Lecce-Galatina em setembro de 2020. Foi quando uma delegação da JASDF foi capaz de apreciar a excelência do sistema de treinamento da Força Aérea Italiana, particularmente o Sistema de Treinamento Integrado desenvolvido pela Leonardo e centrado na aeronave T-346A.

O acordo técnico recém-assinado permite um aumento gradual na entrada de alunos pilotos do JASDF nos próximos anos. No futuro, os instrutores japoneses poderão ser recebidos na escola para trabalhar lado a lado com os colegas italianos, numa abordagem que favoreça a troca de experiências, a otimização e padronização de procedimentos, em benefício de todos os operadores do setor.

O Japão é o terceiro país, depois do Catar e da Alemanha, a escolher a International Flight Training School (IFTS) para seus pilotos.

O projeto pretende duplicar a oferta de formação atual, criando um novo centro de formação distribuído entre as bases de Galatina e Decimomannu, na Sardenha, onde se encontra em construção o novo Campus da IFTS. Será uma verdadeira academia de aviação com capacidade para receber alunos, técnicos e com alojamento, assim como zonas recreativas, refeitório, instalações desportivas.

As novas infra-estruturas de manutenção logística assegurarão o funcionamento da frota de 22 aviões M-346 (designados T-346A pela Força Aérea Italiana). Todo um edifício abrigará o Ground Based Training System (GBTS), com salas de aula e a instalação de um moderno sistema de treinamento baseado em dispositivos de simulação de última geração.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu