O leilão que pode adicionar R$ 4 à ação da Eneva

O leilão que pode adicionar R$ 4 à ação da Eneva


O Citi acredita que a Eneva pode adicionar R$ 4 por ação ao seu valor justo caso ganhe o leilão de termelétricas a gás que o Governo vai realizar em setembro.

Nesse leilão, o Governo vai licitar a construção de duas novas termelétricas com capacidade somada de 2 GW (1 GW cada). O leilão faz parte do pacote de termelétricas a gás que o Governo se comprometeu a contratar como parte da MP da privatização da Eletrobras.

No total, o Governo precisa contratar 8 GW de capacidade. 

As duas que serão leiloadas em setembro vão ficar nas regiões Norte e Nordeste do País, onde a oferta é muito baixa e onde a Eneva tem claras vantagens competitivas por já ter campos de produção de gás.

Antonio Junqueira, o chefe da área de research do Citi, diz que o maior interesse da Eneva é na planta do Norte. 

“A empresa tem excesso de gás na região, as plantas poderiam ser construídas muito próximas de seus campos de produção de gás e há uma competição limitada,” escreveu Junqueira.  

Assumindo que a companhia ganhe o leilão pagando o preço-teto de R$ 450/MWh e com um despacho inflexível de 70%, o Citi calcula que o projeto poderia adicionar R$ 4 por ação ao net present value (NPV) da Eneva.

O banco tem recomendação de compra para a ação com preço-alvo de R$ 16,50. 

O papel negocia a R$ 14,50.




Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu