Locaweb: General Atlantic chega a 15% do capital

Locaweb: General Atlantic chega a 15% do capital



A General Atlantic disse hoje que já detém 15,1% do capital da Locaweb — aumentando sua posição na empresa de tecnologia num momento em que a ação negocia perto da mínima histórica.

Em maio do ano passado, a GA havia chegado a 10% do capital. De lá para cá, aumentou sua posição gradativamente e recentemente estava com 14% das ações.

A compra que elevou a participação para os 15,1% — obrigando o disclosure — foi feita no dia 7, um dia antes da GA entrar no período de restrição por conta dos resultados do quarto tri, que serão publicados daqui a onze dias.

Hoje, a GA tem um representante no conselho da Locaweb: Luiz Otávio Ribeiro, um dos managing directors da gestora no Brasil. Caso atinja 20% do capital, a GA terá o direito de indicar um segundo membro para o board.

A Locaweb é controlada por um bloco de acionistas com 27% do capital, incluindo Gilberto Mautner, Michel Gora e seus filhos Ricardo, Cláudio e André.

A GA é o maior acionista institucional da companhia, seguido pela Blackrock e a William Blair Investment Management. 

Uma fonte próxima à empresa disse que os controladores consideram a GA “o acionista dos sonhos,” porque a gestora tem uma “visão de longo prazo e de construção de valor.”

Além disso, “eles são muito próximos do management e colocam à disposição várias pessoas para ajudar na estratégia, no comercial,” disse a fonte. “Eles discutem desde pricing até gestão de pessoas e recrutamento.”

O investimento do GA vem num momento em que a ação da Locaweb negocia próxima do low histórico de R$ 4,47, atingido no início deste mês. 

Quando a GA fez a compra, no dia 7, a ação estava em R$ 4,76. Hoje, o papel negocia a R$ 5,66.

A Locaweb negocia a um múltiplo de 1,3x EV/receita, um desconto significativo em relação a seus peers globais, como o Shopify (que negocia a 7,6x), e em relação ao múltiplo que a companhia saiu em seu IPO, em fevereiro de 2020.

Na época, o mercado pagou cerca de 7x receita. 

A companhia tem uma cláusula de poison pill que obriga acionistas que atingem 30% do capital a fazer uma oferta para todos.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Main Menu