IMAGENS: Esquadrilha FOX realiza demonstração aérea para veteranos da FAB – Cavok Brasil

IMAGENS: Esquadrilha FOX realiza demonstração aérea para veteranos da FAB – Cavok Brasil


Mensalmente, as Velhas Águias, grupo de militares da reserva da Força Aérea Brasileira (FAB) de Brasília (DF), reúnem-se no Clube dos Oficiais da Aeronáutica, para um encontro. Neste mês a Esquadrilha FOX homenageou os veteranos com uma bela demonstração aérea.

Na quarta-feira (06/04), o evento contou com uma programação diferente em razão da comemoração do aniversário de três Oficiais-Generais, o Tenente-Brigadeiro Rodopiano de Azevedo Barbalho, que completou 99 anos; do Tenente-Brigadeiro Cherubim Rosa Filho, que fez 96 anos; do Major-Brigadeiro Silas Rodrigues, com 97 anos; e do Oficial Superior, Coronel Aloísio Senna, com 98 anos.

O Coordenador do Velhas Águias, Coronel José Isaias Villaça, destacou a importância do momento. “Este grupo teve início em 1985 e, foi a partir de 1998 que os encontros passaram a ser realizados no Clube. Na primeira quarta-feira de cada mês, nos reunimos para rememorar o tempo em que servimos à Força Aérea”, conta.

No encontro desse mês, aconteceu uma apresentação da Esquadrilha FOX, que realiza demonstrações aéreas em formação com aeronaves RV’s, visando o desenvolvimento e o incentivo da atividade aérea no Brasil, em todos os seus segmentos (aviadores, mecânicos, instituições acadêmicas de ciências aeronáuticas, comissários, etc). A passagem das aeronaves sob o lago Paranoá foi em homenagem aos aniversariantes.

A passagem das aeronaves, com os pilotos Brig. Bianchi, Cel Attila e pelo Maj.-Brig. Kersul, aconteceu sobre o Lago Paranoá, em homenagem aos aniversariantes.

A Esquadrilha Fox, composta pelos Oficiais-Generais da reserva Major-Brigadeiro do Ar Jorge Kersul Filho, Brigadeiro do Ar Luiz Alberto Pereira Bianchi, e pelo Coronel Aviador Áttila Filho, possui um histórico muito peculiar, pois reune pilotos militares com experiências contemporâneas como pilotos de Caça da Força Aérea Brasileira.

A Esquadrilha FOX possui seus canais nas redes sociais (YouTube, Instagram e Facebook) onde publicam quase que diariamente vídeos de suas performances, fotos e agenda de eventos.

Militares homenageados

Da esquerda para direita: Major-Brigadeiro Silas, Tenente-Brigadeiro Rodopiano, Tenente-Brigadeiro Rosa Filho e Coronel Aloísio Senna.

O Tenente-Brigadeiro Rodopiano esteve no encontro. O Oficial-General foi homenageado pela FAB, no ano passado, durante a solenidade alusiva aos 80 anos de criação do Ministério da Aeronáutica. Ele foi um dos precursores do Comando da Aeronáutica, ingressando na Força março de 1942, compondo a primeira turma de Oficiais Aviadores da recém-criada Força Aérea Brasileira. Mais tarde, chefiou a Comissão de Aeroportos da Região Amazônica e chegou a voar nas asas do Correio Aéreo Nacional. “Fiz muitas missões, até a bordo do T-6 nos Estados Unidos da América (EUA)”, recorda.

Para o Tenente-Brigadeiro Rosa Filho, que foi Presidente do Superior Tribunal Militar (STM) e que esteve no encontro, o dia foi de manter os relacionamentos criados por meio da FAB. “Existem duas situações importantes nesta vida: uma é a Força Aérea, por ser a nossa vida. A outra, o relacionamento, que foi a ação bilateral que nós tivemos. Quem passou pela Força Aérea e não adorou ou não fez bom relacionamento, bom amigo não é. Por isso fiz questão de vir aqui, mesmo com meu problema de saúde, pois a Força Aérea é a nossa segunda vida”, disse.

O Major-Brigadeiro Silas, que foi para reserva em 1982, também participou do evento nesse mês. “Fiquei contente de vir, rever os companheiros e tenho esperança de vê-los por mais alguns anos, pois por muito tempo servimos a Força Aérea, que tornou-se uma grande lembrança e foi um pedaço da vida da gente, ainda mais que fui caçador com muita honra”, recorda o Oficial-General.

Já o Coronel Aloísio Senna, que participou da criação do serviço de Busca e Salvamento e foi o primeiro instrutor de criptografia da Escola de Inteligência na FAB, comentou sobre o encontro. “É muito bom estar reunido, com alegria e matando a saudade. É uma honra, como brasileiro, ter servido à Força Aérea”, finaliza.


Fotos: Suboficial Nery / CECOMSAER e Márcio Soares Fotografia

Fonte:
Agência Força Aérea, por Tenente Letícia Faria





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu