Guarda Costeira do Japão seleciona MQ-9B SeaGuardian para operações com aeronaves remotamente pilotadas – Cavok Brasil

Guarda Costeira do Japão seleciona MQ-9B SeaGuardian para operações com aeronaves remotamente pilotadas – Cavok Brasil


A Guarda Costeira do Japão (JCG) selecionou o MQ-9B SeaGuardian, construído pela General Atomics – Aeronáutica Systems Inc (GA-ASI), para iniciar as operações do Sistema de Aeronaves Remotamente Pilotadas (RPAS) em outubro deste ano.

O SeaGuardian será usado para realizar vigilância marítima de área ampla para apoiar as missões da JCG, que incluem busca e salvamento, resposta a desastres e aplicação da lei marítima.

Este projeto segue uma série de testes de voo bem-sucedidos da JCG em 2020 que usaram o SeaGuardian para validar as mesmas missões do serviço de acordo com a “Política de Fortalecimento dos Sistemas de Segurança Marítima” do Japão, usando veículos aéreos não tripulados para realizar vigilância marítima de área ampla.

De acordo com a Guarda Costeira do Japão (JCG), o SeaGuardian operará a partir da Base Aérea de Hachinohe da Força Marítima de Autodefesa do Japão, na província de Aomori.

“Estamos orgulhosos de apoiar a missão de vigilância marítima do JCG com nosso SeaGuardian UAS”, disse Linden Blue, CEO da GA-ASI. “A capacidade do sistema de fornecer vigilância aérea acessível e extremamente duradoura com sensores de longo alcance no domínio marítimo é sem precedentes.”

O SeaGuardian possui um radar de busca de superfície marítima multimodo com um modo de imagem de radar de abertura sintética inversa (ISAR), um receptor de sistema de identificação automática (AIS) e câmeras ópticas e infravermelhas. Este conjunto de sensores permite a detecção e identificação em tempo real de embarcações de superfície em milhares de milhas náuticas quadradas e fornece rastreamento automático de alvos marítimos e correlação de transmissores AIS com faixas de radar.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu