EXCLUSIVO: Gafisa faz oferta pela São José, dobrando a aposta na alta renda

EXCLUSIVO: Gafisa faz oferta pela São José, dobrando a aposta na alta renda


A Gafisa está em conversas finais para comprar a São José, uma das mais conhecidas incorporadoras de luxo de São Paulo, fontes a par do assunto disseram ao Brazil Journal.

Fundada há 40 anos por Mauro da Cunha e Alberto Jorge Filho, o “Quarentinha” – um empresário icônico do setor – a São José se especializou na região do Itaim, construindo muitos dos prédios residenciais de estilo neoclássico que ficam próximos ao Parque do Povo.

De alguns anos para cá, ela também começou a diversificar seu negócio, lançando loteamentos em Alphaville, prédios comerciais como o Vila Omint, além de um shopping no Jaguaré em parceria com a BR Malls.

A São José também foi uma das empresas envolvidas na compra do galpão logístico que antes abrigava a fábrica da Ford no Brasil.

Mas nos últimos anos, a empresa se alavancou e começou a ter dificuldade de pagar as dívidas, o que levou os donos a colocar o negócio à venda, disse uma das fontes.

Na reta final da disputa pelo ativo, a Gafisa estava concorrendo com outros dois players do setor. Um deles era a ARC Capital, a gestora de operações estruturadas de Sérgio Machado, o ex-executivo do Credit Suisse.

A transação faz parte da estratégia de Nelson Tanure de reposicionar a Gafisa como uma incorporadora de alta renda por meio de diversas aquisições.

Desde que assumiu a empresa, em 2019, Tanure já fez outros cinco M&As com essa visão: comprou as incorporadoras Calçada e Bait no Rio, ambas focadas na alta renda; o residencial Fasano Itaim; e o Fashion Mall, um shopping center em São Conrado, no Rio.

A Gafisa já tem lançado empreendimentos de luxo, como um residencial na Alameda Jaú, nos Jardins, em parceria com Tonino Lamborghini. No Rio, lançou o Tom, um empreendimento na Avenida Delfim Moreira lançado a R$ 100 mil/metro quadrado.

Mas talvez a maior aposta da companhia seja a Cidade Matarazzo, o complexo multiuso do visionário empreendedor Alex Allard que é ancorado pelo hotel Rosewood, a um quarteirão da Avenida Paulista.

A Gafisa se tornou sócia das diversas SPEs que compõem o complexo: um edifício residencial de luxo com apartamentos de 150-200 metros quadrados que hoje saem por R$ 85 mil o metro; um shopping center e um edifício comercial; o Soho House; e finalmente os terrenos em torno do projeto, onde serão construídas novas torres de alto padrão com um VGV estimado de R$ 2 bilhões nos próximos cinco anos.

Os projetos são do arquiteto Jean Nouvel, com decoração de Philippe Starck.

Além do valor da marca e do posicionamento de alto padrão, um dos interesses da Gafisa na São José é ter acesso a seus relacionamentos.

“A São José tem uma carteira de clientes muito boa em São Paulo, tanto de investidores quanto de compradores,” disse uma fonte do mercado imobiliário. “Eles atendem boa parte das famílias mais tradicionais da cidade.”





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu