estrategistas revelam melhores teses de investimento em 2022

estrategistas revelam melhores teses de investimento em 2022


“Quando se trata de Fundos Imobiliários, o investidor precisa compreender onde está o ponto de interseção entre mercado financeiro e mercado imobiliário.

As boas oportunidades estão em um ponto ideal entre ambos…”

Artur Vieira – Apresentador do programa FIIS no portal Exame

Apesar do cenário de incertezas, estamos diante de uma das maiores oportunidades de investimentos em Fundos Imobiliários.

O ano de 2022 vem entregando muita volatilidade no ambiente político-econômico do Brasil e do mundo.

Por aqui, o mercado vem acompanhando a sequência de ajustes da taxa Selic (hoje em 12,75%) para conter o avanço da inflação.

Esse cenário tem favorecido os investimentos em Fundos Imobiliários, que tem juntado o potencial da renda variável à segurança e tradição dos investimentos em imóveis.

Mas, não são todos os fundos que apresentam essa grande oportunidade, é preciso saber identificar essas janelas de “alta rentabilidade”.

Dos mais de 370 fundos listados na Bolsa brasileira, mais de 210 negociam com descontos em relação ao valor patrimonial de suas cotas: o famoso P/VP.

Outro dado importante: mais de 100 FIIs estão sendo negociados com descontos de mais de 20% em relação ao valor dos seus imóveis.

Esses são pontos de atenção para investidores com olhares mais atentos…

“Existe uma máxima muito conhecida: o melhor momento para começar a investir foi há 10 anos, o segundo melhor momento é hoje.

Esta máxima é particularmente relevante para os Fundo Imobiliários, pois a combinação dos preços atuais e as perspectivas do mercado torna esta uma oportunidade bastante rara”.

Luis Moran – EQI Research

Juros altos: fuga em massa ou melhor hora para investir em FIIs?

Para responder a isso, especialistas do mercado recomendam a análise de alguns pontos.

De acordo com eles, quando se trata de Fundos Imobiliários, é sempre importante analisar os ativos, dividindo o foco entre renda mensal e valorização da cota.

Dessa forma, atualmente, quem procura renda, o foco tem sido os fundos de papel.

Já os fundos ligados ao setor de varejo, consumo, shopping center, hotéis e lajes corporativas têm sido foco para quem observa valorização de cota e ganho de capital.

FIIs: janela para compra ou venda de posições?

Hoje, para adquirir boas posições em FIIs, é preciso analisar fatores como a expectativa de uma retomada econômica e o arrefecimento das pressões inflacionárias.

Também é preciso observar a localização dos imóveis e seus inquilinos.

Mas, essa composição de teses não se provarão eficientes para sempre.

Quem não estiver atento aos movimentos do mercado financeiro e imobiliário (na mesma medida) corre o risco de ter suas posições desvalorizadas.

Diante disso, encontrar as melhores oportunidades em FIIs pode ser complexo.

Mas, o investidor não precisa fazer isso sozinho. Pode se unir a grandes investidores e autoridades do setor.

Momento é excepcional para quem sabe em quais fundos imobiliários investir

Não é à toa que especialistas renomados do mercado de FIIs estarão reunidos para o maior evento sobre Fundos Imobiliários do Brasil: o FII Summit.

E o investidor comum pode estar ao lado desses grandes estrategistas. O encontro acontecerá durante os dias 1, 2 e 3 de junho e vai mostrar tudo o que você precisa saber sobre Fundos Imobiliários para potencializar suas chances de lucro.

São duas opções de formato: online e presencial.

Prepare-se para conhecer as estratégias de grandes nomes como Marino Colpo, sócio e co-fundador da Boa Safra Sementes; Ilan Nigri, sócio da Vinci Partners, Bruno Bagnariolli, sócio sênior e CIO da Mauá e Giancarlo Nicastro, CEO da SiiLA.

A programação também reservou espaço para as análises de especialistas como: Luís Moran, Head of Research da EQI Investimentos, Ettore Marchetti, CEO da EQI Asset e Professor Baroni, Analista-chefe de Fundos Imobiliários (FIIs) da Suno Research, além de Juliano Custodio, CEO da EQI Investimentos, anfitrião do evento.

“Os Fundos Imobiliários chamam a atenção por serem um veículo de acesso aos imóveis, mas com bastante liquidez. Esses ativos permitem a diversificação da carteira em diversos segmentos e teses.

Uma indústria que atrai pela previsibilidade, com risco menor que investir em ações. Excelente porta de entrada para quem quer começar a investir na renda variável”.

Felipe Paletta – Fundador da Monett

Inscrições para o FII Summit online estão abertas

Para fazer a sua inscrição gratuita e garantir sua vaga para o maior evento de Fundos Imobiliários do Brasil, clique aqui. Salve na sua agenda e fique atento nos dias 1 a 3 de junho.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu