Chevron vê retornos decrescentes em energia solar e eólica


A Chevron prefere focar seus investimentos de energia verde em áreas como gás natural renovável e hidrogênio.

Para o CEO Mike Wirth, essas duas fontes têm mais potencial de gerar valor aos acionistas do que a energia solar ou eólica.

Numa entrevista à CNBC, ele disse que não compensa investir em energia eólica ou solar porque estas tecnologias estão “relativamente maduras”, “há muito capital disponível”, e as taxas de retornos estão caindo.

Em vez disso, segundo Wirth, a maior petroleira do mundo prefere que o dinheiro “volte aos acionistas para que eles plantem árvores, invistam em um projeto de eólica ou solar e tenham o direito de fazer isso com um dividendo crescente pago pela companhia.”

Os comentários ilustram como as petroleiras têm que conciliar sua disciplina de alocação de capital com a necessidade de reduzir suas emissões de carbono em meio a um pânico crescente com o aquecimento global.

A Chevron anunciou esta semana que vai triplicar o capital investido em negócios de baixo carbono. A Chevron agora espera investir mais de US$ 10 bilhões até 2028 — comparado a uma previsão original de US$ 3 bi.

A Chevron também planeja aumentar sua produção de hidrogênio para o uso de clientes industriais, de energia e de transporte pesado. “Acredito que o hidrogênio verde terá um grande papel a desempenhar” na transição energética, disse Wirth.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Main Menu