Cencosud compra The Fresh Market e entra nos EUA

Cencosud compra The Fresh Market e entra nos EUA


A Cencosud está pagando US$ 676 milhões ao Apollo Global para ficar com 67% do hortifruti The Fresh Market e entrar no mercado americano.

O negócio foi anunciado cinco dias depois da rede chilena pagar R$ 500 milhões pelo atacarejo Giga, o que marcou sua chegada ao mercado de São Paulo.

A Cencosud disse que a compra do The Fresh Market trará diversificação geográfica e cambial, além dos benefícios da estabilidade dos EUA e o acesso ao mercado de capitais daquele país.

A rede chilena vai usar recursos do caixa na aquisição – 40% do valor a ser pago, ou US$ 265 milhões, serão injetados no negócio, que passará a ter uma dívida líquida igual a 2,7x EBITDA (post money). O crescimento da rede americana vinha sendo limitado pela alta alavancagem.

A Cencosud tem a opção de aumentar a participação para 100% comprando a fatia de minoritários daqui a três anos.

O negócio atribui ao Fresh Market um enterprise value de US$ 1,56 bilhão. A Cencosud, que negocia a 0,6x receita, está pagando 0,8x

O The Fresh Market foi fundado em 1982 na Carolina do Norte e hoje opera 160 lojas (100% alugadas) de em média 2.000 m2 em 22 estados americanos.

Cerca de 70% das vendas são de produtos perecíveis, o que é um dos principais impulsionadores da margem EBITDA de dois dígitos – nos últimos anos, tem se mantido entre 10-11%, acima da média de 5%-8% da indústria, disseram os analistas do BTG Pactual.

As vendas online são 5% do negócio. O The Fresh Market fechou 2021 com US$ 1,9 bi em vendas. O hortifruti deve incrementar as receitas da rede chilena em 12%.

Os analistas Alonso Aramburu e Luiz Guanais, do BTG Pactual, disseram que a aquisição do The Fresh Market surpreendeu: “Quando anunciou a compra do Giga, a empresa disse que queria crescer no Brasil e em outros mercados em que já está, mas não mencionou os EUA como parte de sua estratégia”, escreveram os analistas.

Para o BTG, a Cencosud poderá se aproveitar da expertise da rede americana em marcas próprias — o The Fresh Market faz 26% de sua receita com estes produtos; Cencosud faz 10% — além do know-how em frescos, orgânicos e comida pronta; atendimento ao cliente e programas de fidelização e um possível acesso a novos fornecedores para melhorar a oferta da empresa na América Latina.

Para os analistas do Citi, o negócio pode abrir as portas para a Cencosud competir com grandes varejistas americanos como Walmart, Target e Costco. Suerte!



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu