Caças Mirage franceses treinam com Gripens tchecos sobre o Báltico – Cavok Brasil

Caças Mirage franceses treinam com Gripens tchecos sobre o Báltico – Cavok Brasil


Caças Dassault Mirage 2000-5F da Força Aérea e Espacial Francesa, implantados na Estônia como parte da missão de policiamento aéreo aprimorado da OTAN (eAP), realizou um voo de treinamento ao lado de dois caças Saab JAS39 Gripen tchecos no Báltico.

Durante o voo de treinamento, os dois Mirage 2000-5F franceses e os dois JAS39 Gripen tchecos realizaram uma missão de interceptação para realizar uma identificação visual. Durante esta missão são interceptadas aeronaves que não apresentaram um plano de voo válido, mantiveram contato via rádio com organizações civis e identificaram-se por transponder.

A França e a República Checa estão ativamente envolvidas nas missões de policiamento aéreo da OTAN: os dois países estão comprometidos em monitorar e proteger o espaço aéreo dos países bálticos.

Pilotos de caça franceses e tchecos estão, portanto, aproveitando sua implantação e sua presença nos países bálticos para treinar juntos. A República Tcheca é um aliado confiável com quem a França também opera no Sahel. Essa cooperação, realizada em diferentes teatros, em terra e no ar, atesta a interoperabilidade e a continuidade do relacionamento militar bilateral.

Além disso, desde sua chegada à base aérea de Ämari em 13 de março de 2022, os pilotos de caça do destacamento francês realizaram inúmeros voos de treinamento ao lado de vários aliados, em particular Bélgica, Espanha, Suécia, Finlândia e Reino Unido. Essas missões permitem que os pilotos mantenham um alto nível de treinamento e aumentem sua interoperabilidade enquanto operam em um ambiente multinacional.

O eAP faz parte das missões de policiamento aéreo da OTAN nos países bálticos, conhecidas como “Baltic Air Policing” (BAP). Estas missões visam garantir a integridade do espaço aéreo do Báltico em tempo de paz e a França tem sido mobilizada regularmente desde 2004. Além disso, quando a OTAN implementou o eAP, em 2014, como parte do seguro para os países bálticos, a França respondeu. As forças francesas, solidárias com os seus aliados, completaram assim o seu compromisso na BAP, oferecendo-se para realizar viagens de alerta no âmbito da missão eAP, da qual este ano marca o terceiro mandato em solo da Estônia.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Main Menu