Caças F-35A suíços serão fabricados na Itália – Cavok Brasil

Caças F-35A suíços serão fabricados na Itália – Cavok Brasil


Nas últimas semanas, a armasuisse (agência federal suíça para aquisição de artigos de defesa) discutiu com o governo dos EUA e a empresa italiana de armas Leonardo a possibilidade de construir a maior parte da futura frota de F-35A da Força Aérea Suíça em Cameri, Itália.

A armasuisse finalmente concordou com o governo dos EUA em ter até 28 das 36 aeronaves produzidas pela empresa Leonardo. O que significa que pelo menos 24 dispositivos serão fabricados na Itália. Para outras 4 aeronaves, a fabricante do F-35A, a Lockheed Martin está atualmente verificando se a montagem final pode ser realizada na Suíça na RUAG como parte de um projeto de negócios de compensação; caso contrário, eles também serão produzidos em Cameri.

A Lockheed Martin produzirá as primeiras 8 aeronaves em sua unidade de Fort Worth, Texas (EUA), para que possam ser utilizadas no treinamento inicial de pilotos suíços nos Estados Unidos. Os acordos contratuais com o governo dos EUA e, portanto, o preço e o cronograma de entrega permanecem inalterados.

A Itália participou do programa F-35 desde o início e possui uma das duas linhas de produção do F-35 fora dos Estados Unidos e a única na Europa em Cameri. A Força Aérea e a Marinha Italiana operam aeronaves do tipo F-35A e F-35B. Em Cameri, a Leonardo também produz os F-35As para a Força Aérea Holandesa.

A Força Aérea Italiana enviou para Suíça dois caças Lockheed Martin F-35A, pertencentes ao 32° Stormo (32ª Ala), para Base Aérea de Emmen. Eles permaneceram na Suíça até 25 de março para apresentação de futuros sistemas de defesa aos membros da Embaixada da Suíça.

O evento teve como objetivo mostrar o novo caça, juntamente com o novo sistema de defesa antimísseis Patriot e outros equipamentos que estão sendo adquiridos pela Suíça para políticos e líderes da indústria.

A participação dos jatos italianos Lightning II no evento demonstra a excelente colaboração entre as duas nações.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu