Brazil Journal – Criado por Geraldo Samor

Brazil Journal – Criado por Geraldo Samor


A Unipar acaba de anunciar a construção de uma nova fábrica de cloro e soda na Bahia — um movimento que faz parte de um plano maior da petroquímica de dobrar de tamanho nos próximos dez anos. 

A notícia vem no momento em que a empresa, controlada pelo empresário Frank Geyer Abubakir, estuda uma oferta pelo todo ou partes da Braskem, segundo pessoas que estão participando do processo.

A nova fábrica — que vai demandar investimentos de R$ 140 milhões — vai atender ao aumento de demanda esperado nas empresas de saneamento, depois da aprovação do novo marco legal do setor. 

“A fábrica aumenta nossa cobertura nacional e vai ao encontro do potencial de saneamento no Nordeste, onde o déficit ainda é muito grande,” o CEO Mauricio Russomanno disse ao Brazil Journal. “O Marco Legal está avançando muito: ano passado tivemos sete leilões e já tem vários programados para este ano

Segundo ele, como a Unipar atua um ou dois passos atrás na cadeia de saneamento, ela precisa fazer os investimentos na frente para estar pronta quando a demanda chegar. mauricio russomano

A nova fábrica será erguida no Polo Petroquímico de Camaçari. As obras já começaram e devem terminar em 24 meses.

A planta começa pequena para os padrões da Unipar – com capacidade produtiva de 10 mil toneladas de cloro/ano e 12 mil toneladas de soda, um aumento de apenas 2% na capacidade atual da Unipar – mas deve ser a base de um novo cluster que eventualmente pode ser tão grande quanto Cubatão. A planta deve ser expandida em módulos ao longo dos anos, na medida em que a demanda continuar crescendo.

Em sua linha de downstream, a fábrica também vai transformar cloro em hipoclorito, usado na água sanitária, e em ácido clorídrico, usado no tratamento de efluentes, represas e também na água sanitária. 

A expectativa é que a nova fábrica adicione R$ 50 milhões de receita para a empresa.

“Estamos dando vários passos, alguns pequenos, outros maiores, na estratégia de completar e criar capacidades na medida que o Brasil vai avançando em saneamento,” disse o CEO.

Em outubro, a Unipar já havia anunciado uma expansão de 15% da capacidade de sua fábrica de Santo André, aumentando em 25 mil toneladas/ano sua produção de cloro. Essa fábrica também atende o setor de saneamento. 

A Unipar deve fazer investimentos semelhantes nos próximos meses para crescer no Brasil e em outros países da América Latina. A empresa também tem estudado M&As para entrar em outros produtos além de cloro e soda, diversificando seu negócio. 

Nos últimos quatro anos, a Unipar mais que dobrou de tamanho, passando de um faturamento de R$ 3 bilhões em 2019 para R$ 6,5 bilhões nos últimos doze meses.

Com o novo ciclo de investimentos, o plano da empresa é dobrar novamente o ‘top line’ nos próximos dez anos.






Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu