Bancos regionais desabam em NY – apesar do socorro do Fed

Bancos regionais desabam em NY – apesar do socorro do Fed



Ações de bancos regionais e bancos médios americanos desabam antes da abertura do pregão em Nova York — apesar da garantia do Fed no domingo à noite de que vai honrar 100% dos depósitos do Silicon Valley Bank e do Signature Bank.

A maior queda agora de manhã é do First Republic, um banco forte na região de São Francisco, que mergulha 65% depois de perder 33% semana passada, segundo a CNBC.

Ao longo do fim de semana, clientes do First Republic fizeram fila nas agências do banco na Califórnia para sacar seu dinheiro, temendo que o banco tivesse o mesmo destino do SVB.

“Infelizmente, uma das primeiras consequências do colapso do SIVB é provavelmente a fuga de depósitos não garantidos de bancos menores e menos diversificados para bancos maiores e mais diversificados”, disse o analista da Oppenheimer, Chris Kotowski, em nota aos clientes.

O First Republic disse no domingo que recebeu liquidez adicional tanto do Fed quanto do JP Morgan.

O banco disse que esses reforços aumentaram sua liquidez “não usada” para US$ 70 bilhões, mesmo antes do banco acessar qualquer financiamento sob a nova linha de crédito do Fed.

“As posições de capital e liquidez do First Republic são muito fortes e seu capital permanece bem acima do limite regulatório para bancos bem capitalizados,” o fundador Jim Herbert e o CEO Mike Roffler disseram em um comunicado, segundo a CNBC.

Segundo a CNBC, embora o First Republic não seja tão concentrado em um setor quanto o SVB era em tecnologia, o banco tende a atender empresas e clientes de alta renda que tendem a ter grande parte de seus depósitos não segurados.

Outros gigantes regionais caem na esteira do First Republic. O PacWest Bancorp, de Los Angeles, perde 24%, e o Western Alliance Bancorp, do Arizona, cai 61% no pre-market.  Ambos disseram na sexta-feira que sua liquidez e depósitos permanecem sólidos.

O Zions Bancorporation, de Utah, cai 21%, e o KeyCorp, de Ohio, perde 12%.

Mesmo os bancos sistemicamente importantes (SIBs) estão em baixa – ainda que moderada – antes do início do pregão, quando o trading tipicamente tem menos volume.

O Bank of America cai 4%, JP Morgan, 1%, e o Citi, 2,25%.

O ETF SPDR S&P Regional Banking — que reúne os principais bancos regionais — caiu mais de 7% no pre-market depois de já ter despencado 16% na semana passada.

“Acreditamos que os bancos regionais com grandes bases de depósitos não-seguradas e menos diversificadas correm o risco de resgates, mas não na velocidade do SVB, e devem ter tempo para acessar os mercados de financiamento de atacado (como o FHLB) e aumentar seus níveis de caixa. Em um ambiente frágil como este, acreditamos que os bancos devem ser cautelosos sobre a potencial percepção negativa de aumentarem suas taxas de rendimento para reter depósitos,” o analista do Citi, disse Keith Horowitz, em nota aos clientes.




Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Main Menu