Assinatura de contrato oficializa início do programa Eurodrone – Cavok Brasil


Depois que a Espanha deu luz verde em janeiro deste ano como a última das quatro nações parceiras no projeto, a Airbus e a Organização para Cooperação Conjunta de Armamento (OCCAR) assinaram um contrato que lança o desenvolvimento do Eurodrone.

Assinado em 24 de fevereiro, o contrato inclui o desenvolvimento e fabricação de 20 sistemas e 5 anos de suporte inicial em serviço.

A Airbus Defense and Space GmbH assinou em representação dos três principais subcontratados: Airbus Defense and Space SAU na Espanha, Dassault Aviation na França e Leonardo SpA na Itália, enquanto a OCCAR assinou em nome das quatro nações lançadoras do programa Alemanha, França, Itália e Espanha.

De acordo com as informações disponíveis, o Sistema de Aeronaves Remotamente Pilotadas (RPAS) de Média Altitude e Longa Resistência (MALE) Eurodrone terá uma envergadura de 30 metros e um comprimento de 16,4 metros. Terá um peso máximo de decolagem de cerca de onze toneladas e voará a altitudes de cerca de 13.500 metros. Além de inteligência, vigilância e reconhecimento, o drone também será equipado com sistemas de inteligência de sinais (SIGINT).

“Esta assinatura dá início ao desenvolvimento de um dos programas de defesa europeus mais ambiciosos. O Eurodrone é o resultado do trabalho colaborativo entre a indústria, a OCCAR e as nações. Ele entregará o Sistema Aéreo Não Tripulado (UAS) mais avançado em seu segmento, gerará mais de 7.000 empregos de alta tecnologia na indústria e fortalecerá a soberania industrial europeia, o know-how e a colaboração entre as nações”, disse Mike Schoellhorn, CEO da Airbus Defesa e Espaço.

“A Eurodrone fornecerá sistemas operacionais soberanos e de alto desempenho para as forças armadas e representa um componente-chave da indústria de defesa europeia, bem como uma oportunidade única de mostrar nossa alta experiência e capacidades tecnológicas decorrentes de décadas de colaboração europeia em programas militares”, acrescentou Lucio Valerio Cioffi, gerente geral da Leonardo.

O Eurodrone apresentará um design de arquitetura aberta para permitir o crescimento e a redefinição das capacidades do sistema, conforme necessário para as necessidades futuras das forças armadas dos clientes.

Segundo a OCCAR, é o primeiro MALE projetado desde o início para atender aos requisitos de integração no espaço aéreo civil, ajudando a melhorar eficiências como o uso de rotas de voo diretas, sem a necessidade de locais de pouso de emergência pré-planejados, o que economiza tempo, combustível e, como resultado, as emissões de CO2.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu