Antonov An-225 danifica sensor do trem de pouso durante incidente – Cavok Brasil


O Antonov An-225 Mriya, o mais pesado e, sem dúvida, o maior avião do mundo, sofreu um problema mecânico com seu trem de pouso.

O incidente ocorreu aproximadamente às 8h49 hora local (7h49 GMT) de 9 de janeiro de 2021, quando a aeronave estava pousando no aeroporto de Rzeszow (RZE) em um voo que vinha de Istambul (IST).

Em um post no Twitter, a empresa anunciou que os parafusos de fixação do sensor implantado no trem de pouso foram “cortados” no suporte direito do trem de pouso.

Segundo a Antonov, o problema não afetou a segurança do voo e do pouso do único Mriya.

A empresa também disse que a aeronave estará totalmente operacional novamente assim que os parafusos forem substituídos.

O tweet também menciona que o incidente ocorreu em 10 de janeiro, no entanto, vários serviços de rastreamento de voos, como Flightradar24 e Radarbox, mostram que o voo de Istambul para Rzeszow ocorreu na manhã de 9 de janeiro.

O serviço de imprensa da Antonov Company posteriormente confirmou que o incidente ocorreu no dia 9 de janeiro de 2022.

De acordo com os dados do sistema de rastreamento de voos, a aeronave foi consertada e já partiu de Rzeszow prosseguindo para China.

As decolagens e aterrissagens realizadas pelo An-225 costumam receber bastante atenção dos entusiastas da aviação, e esse voo não foi diferente. A aterrissagem, que ocorreu no início da manhã, foi particularmente espetacular, pois a enorme aeronave atravessou o nevoeiro, deixando uma brecha em seu caminho.

As imagens a bordo do pouso também foram enviadas por Dmytro Antonov, o piloto do An-225. No entanto, ele não menciona o problema com o sensor do trem de pouso.

Durante o voo, o An-225 transportou uma carga não especificada pesando 155.000 kg de Bishkek (FRU) para Istambul e depois para Rzeszow. Isso é mais pesado do que a carga útil máxima de qualquer outra aeronave de carga no mundo. Por exemplo, o Antonov An-124 pode transportar até 150.000 kg, o Boeing 747-8F até 134.200 kg e o Lockheed C-5 Galaxy até 122.470 kg.

O An-225 Mriya foi construído na década de 1980 e destinado a transportar peças de foguetes e aviões espaciais para o programa espacial soviético Buran. No início dos anos 2000, foi modernizado e reaproveitado como cargueiro, tornando-se o avião de carga mais pesado e capaz do mundo.

Possui vários recordes mundiais, incluindo o transporte de mais de 253.000 kg, a carga útil mais pesada de todos os tempos e igual a mais de cinco Boeing 737 vazios ou cerca de 3.600 máquinas de lavar.

Apenas um An-225 foi construído, embora uma segunda fuselagem tenha sido feita. A Antonov vem deliberando sobre sua conclusão há décadas.

Fonte:
Com informações do Aerotime.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Main Menu