Alliar ficará com a ProEcho – com uma mãozinha de Tanure

Alliar ficará com a ProEcho – com uma mãozinha de Tanure


A Fonte de Saúde, o veículo de Nelson Tanure que controla a Alliar, acaba de comprar a ProEcho, uma rede de laboratórios com 13 unidades no Rio de Janeiro, Niterói e São Gonçalo.

A aquisição não foi feita pela Alliar diretamente porque sua estrutura de capital atual não comportaria o negócio.

Uma fonte próxima à Alliar disse ao Brazil Journal que a ProEcho tem bastante dívida e que a Alliar não quer aumentar seu endividamento neste momento. A companhia fechou o terceiro trimestre com alavancagem de 3,6x o EBITDA dos últimos doze meses.

“Apareceu essa oportunidade e havia outras pessoas olhando, então eles acharam melhor comprar via controlador e depois juntar os negócios,” disse a fonte.

Num primeiro momento, a ProEcho vai ser tocada pela Alliar num acordo de gestão operacional com o Fonte de Saúde. No futuro, a ideia é que a Alliar incorpore a ProEcho.

Para isso, no entanto, é preciso primeiro equacionar a estrutura de capital das duas companhias, o que pode envolver uma capitalização.

Quando isso estiver resolvido, a ProEcho deve ser incorporada pela Alliar com base num laudo de avaliação de um terceiro e, provavelmente, por meio de uma troca de ações.

As sinergias entre ProEcho e Alliar começam pela geografia. A Alliar tem 106 clínicas, mas apenas uma delas fica no Estado do Rio, localizada no Vale do Paraíba. Com a aquisição, a rede entra no Rio com uma marca reconhecida: a ProEcho tem mais de 30 anos de história e presença relevante na região.

Há ainda sinergias de backoffice e na gestão do relacionamento com as operadoras.

A aquisição é a primeira do CEO Pedro Thompson, que assumiu a Alliar em julho como parte de mudanças feitas por Tanure no senior management.






Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Main Menu